Chapinha e Prancha de Cabelo

Melhor chapinha cabelo

Como todos nós sabemos, na sociedade moderna, o modo de se vestir tem determinada importância, principalmente se você é mulher. Nem todas as mulheres, no entanto, podem se dar ao luxo de ir ao cabeleireiro frequentemente, dado a despesa que isto implicaria. Por outro lado, nem todas as mulheres conseguem obter um look desejável sozinhas.

Se você tem cabelo liso pode ser fácil mantê-lo bonito e arrumado, mas para a grande maioria isto pode ser uma tarefa difícil.
Felizmente, agora vivemos em uma época onde se pode comprar alisadores de cabelo. Esses acessórios podem ser muito úteis não apenas para alisar o cabelo, mas também a enrolá-lo. No mercado existem todos os tipos. Por esta razão, decidi escrever este guia, com o intuito de ajudá-la a fazer a escolha certa.

Como escolher uma chapinha profissional

Podemos começar dizendo que existem realmente muitos tipos de chapinhas disponíveis no mercado, desde aquelas mais simples até as mais sofisticadas. O design destes produtos variam pouco. Por esta razão, quando você decidir comprar um alisador de cabelo deve-se considerar os seguintes fatores:
• Temperatura: temperaturas elevadas podem queimar os cabelos, ao mesmo tempo, temperaturas muito baixas podem não ser suficientes para garantir o liso desejado. Por este motivo, devem-se considerar modelos que permitam regular a temperatura de uso;
• Tamanho da prancha: com base na quantidade de cabelo e no comprimento, pode-se escolher uma prancha mais ou menos larga e mais ou menos comprida. Por exemplo, para cabelos curtos e franjas as pranchas mais finas e compactas são mais indicadas, enquanto para cabelos longos as mais largas se adaptam melhor.
• Revestimento: quase todas as chapinhas profissionais que se encontram no mercado tem revestimento em cerâmica, esta é a melhora opção porque não agride os fios e desliza melhor pelos cabelos. Alguns modelos mais modernos de piastras possuem um tipo de revestimento que deixam íons negativamente carregados, graças ao qual a fixação é melhor e mais rápida;
• Uso nos cabelos enxutos ou molhados alguns modelos de piastra não podem de modo algum ser usados nos cabelos molhados, enquanto outros são apropriados para tal, e o fato do cabelo estar molhado contribui para que o tempo de alisamento seja menor, já que a umidade neste caso ajuda a modelar a mecha.

Uma última característica também muito importante quando se compra uma piastra é o consumo energético. Além da potência expressa em watts, é muito útil observar o tempo que a chapinha demora para esquentar. Quanto mais rápida uma piastra fica pronta para o uso, menos será o consumo energético, e em geral mais rápido se resfria.
Por fim, é sempre bom garantir que o produto que você deseja comprar está em conformidade com todos os requisitos de segurança necessários para garantir uma utilização livre de riscos, por exemplo, verificar se a piastra que você quer comprar se desliga após um determinado período de inatividade. Esta característica é importante para evitar a possibilidade de incêndio caso você a esqueça ligada.

A melhor chapinha para os cabelos

Até esse momento, eu tentei listar vários critérios que você precisa considerar antes de comprar uma prancha. Com base em tudo isso, então, foi selecionado os cinco melhores modelos de prancha do momento. Estes modelos de pranchas têm diferentes características e preços, a fim de atender diferentes necessidades. É por isso que eu tentei selecionar os produtos que têm características semelhantes, mas com algumas diferenças, assim, você pode escolher o mais ideal para você:
•  GHD V Gold Classic Styler
•  GHD VI Eclipse Classic Styler
•  Remington S8590 Keratin Therapy Pro
•  Remington S9600 Silk
•  Imetec Bellissima Ba8 230I
•  Philips HP8361/00 Pro Care Keratin
Mais tarde vou analisar de forma mais detalhada essas chapinhas tentando destacar as muitas vantagens, mas também possíveis defeitos. Dessa forma, se você está pensando em comprar um produto que pode ser usado para alisar o seu cabelo e evitar que você vá com muita frequência ao cabeleireiro, leia os comentários destas cinco pranchas que eu vou escrever, assim você será capaz de escolher o que melhor lhe convir. Você poderá encontrá-los na internet a preços excelentes. Alguns desses modelos também são oferecidos a um preço com desconto que você deve aproveitar se tiver intenção de comprar um.

Material usado Benefícios Desvantagens
Alumínio É barato, durável, quente demais Cabelo queimado
Turmalina é resistente, sela suas cutículas garantindo o efeito liso, com brilho e sem frizz, tem à potencialização natural dos íons negativos Alto custo
Titânio A chapinha com nanotecnologia de titânio ajuda a reduzir a ação de radicais livres, fungos e bactérias garantindo a higienização e proteção dos fios e também è leve. Menor sensibilidade do que o de cerâmica
Cerâmica libera raios infravermelhos que penetram nos fios com maior frequência evitando o ressecamento e demais danos. Sua temperatura é estável e garante o processo de alisamento com mais facilidade.
A chapinha de cerâmica ajudar a alcançar o efeito chapado sem precisar passar o aparelho várias vezes na mesma mecha e o melhor, sem causar agressão aos fios.Delicata sul capello, calore omogeneo, i capelli scorrono con facilitˆà
Menhor resistência 

 

Chapinhas: preços e ofertas

Começamos com a conversa de que para muitos é um ponto sensível quando se trata de comprar um produto, ou seja, o quanto isso pode custar?

No que diz respeito às chapinhas, assim como para muitos outros aparelhos, os preços podem variar muito, dependendo do tipo de produto. Em outras palavras, você pode gastar de dezenas a centenas de reais para comprar este tipo de aparelho. Por esta razão, você também deve considerar o tipo de uso que você quer fazer e a frequência com que você planeja usar a chapinha.

Se você tem cabelos rebeldes ou simplesmente vive em um lugar onde o clima é muito úmido, por exemplo, muito provavelmente você vai usar sua chapinha com muita frequência. Se este for o seu caso, é melhor você se concentrar em um produto que possa custar um pouco mais do que a média, mas que possa garantir uma longa duração e um ótimo desempenho. Aqui está uma lista das considerações que você deve fazer quando decidir comprar uma chapinha:

  • Qual o seu tipo de cabelo: se você tem cabelo comprido, você deve comprar uma chapinha mais larga; por outro lado, para o cabelo curto são melhores pranchas com tamanho reduzido. Além disso, se o seu cabelo é fino ou delicado, é bom prestar atenção à temperatura máxima atingida pela placa. Na verdade, neste caso, não é necessário gastar muito dinheiro para comprar uma chapinha que possa atingir altas temperaturas, necessárias para alisar um cabelo mais grosso;
  • Que tipo de cabelo você deseja: a maioria das chapinhas permite alisar o cabelo sem problemas, mesmo que, como vimos, há grandes diferenças com relação aos materiais e revestimentos que são compostas, deve-se considerar o seu tipo de cabelo. No entanto, se o objetivo da sua compra é obter o seu cabelo ondulado ou encaracolado, ou até mesmo para dar volume ao seu cabelo, é melhor uma prancha que garanta um excelente desempenho no que diz respeito à criação de ondas e cachos;
  • Quantas vezes você irá passá-la na mecha: se você tiver cabelos muito enrolados ou crespos e tiver a necessidade de passar várias vezes a chapinha até conseguir um liso ideal, é melhor você optar pó uma prancha profissional que dure muito tempo. Neste caso, você começa a gastar um pouco a mais, mas definitivamente vale a pena.

Todos esses fatores também determinam o preço de uma chapinha. De qualquer modo, independente do tipo de chapinha que você comprar, lembre-se de mantê-la sempre limpa, limpe-a imediatamente após o uso, quando ela ainda estiver quente. Isso ajuda a remover os resíduos e garante um desempenho perfeito ao usá-la da próxima vez, e também permite que a placa da chapinha dure mais tempo.

Pranchas a vapor

Uma inovação no setor de pranchas consiste nos novos modelos de chapinhas a vapor. Essas pranchas tem a particularidade de incluir um reservatório de água, pode ser a da torneira, assim como você faz para usar um ferro a vapor.

A primeira característica deste tipo de utensílio para o cabelo é que alguém poderia pensar que o vapor favorece que os cabelos voltem ao natural como seria a exposição a um ambiente úmido. Na verdade, pelo contrário, este tipo de chapinha é particularmente adequado para alisa-los. O vapor permite que a chapinha seja mais eficaz quando passada ao longo do comprimento do cabelo.

Pranchas a vaporA primeira característica deste tipo de utensílio para o cabelo é que alguém poderia pensar que o vapor favorece que os cabelos voltem ao natural como seria a exposição a um ambiente úmido. Na verdade, pelo contrário, este tipo de chapinha é particularmente adequado para alisa-los. O vapor permite que a chapinha seja mais eficaz quando passada ao longo do comprimento do cabelo.

Antes da utilização de uma prancha a vapor é aconselhável ter um produto a base de pró-queratina, o qual pode estar na forma de creme ou de líquido. A queratina é uma substância naturalmente contida no cabelo, enquanto que a pró-queratina é uma molécula criada artificialmente que, neste caso, é ativada quando está em ação o vapor da prancha, penetrando no interior da estrutura capilar, reforçando-a. Deste modo, não só a prancha torna-se mais eficaz, mas também impede que o cabelo não seja danificado devido ao calor. Precisamente por este motivo, as pranchas a vapor não ressecam os cabelos como pode ser o caso de algumas pranchas tradicionais. Por esta razão, tratar o cabelo com uma prancha vapor é particularmente indicado para pessoas com cabelos finos e não muito fortes.
A pró-queratina deve ser aplicada após a lavagem, quando o cabelo ainda está molhado, mas não encharcado. Por esta razão, é bom retirar o excesso de água com uma toalha. Imediatamente após a aplicação da pro-queratina, você deve secar o cabelo, depois o procedimento é praticamente o mesmo que se segue ao usar uma prancha tradicional. Na verdade, neste ponto você tem que dividir o cabelo em mechas, que em seguida, devem ser tratadas separadamente. A prancha, obviamente deve ser passada de cima para baixo alisando assim os fios.
O pró-queratina e o vapor combinados fazem com que o liso dure mais tempo do que quando os fios são alisados  com uma prancha seca. A principal razão para isto é que o cabelo está saturado com a humidade de modo que não pode absorver mais humidade. Se o cabelo não absorve mais água não enrola.

Este tipo de prancha revolucionária ainda não é amplamente utilizada a nível doméstico, mas certamente será encontrada em salões de beleza com o passar do tempo. De qualquer modo, já está no mercado e pode ser comprada no varejo para uso próprio, no entanto, este tipo de produto ainda tem um custo  elevado, porém irá diminuir a medida que o produto se tornar de uso comum.

Uso da prancha para ondular e cachear

A forma como se alisa o cabelo com uma prancha é bastante intuitivo. Por outro lado, enrolar o cabelo, é um processo um pouco mais complicado. É por isso que eu decidi criar este pequeno tutorial para explicar como fazê-lo.

Primeiro você precisa lavar os cabelos e secá-los bem, a menos que você tem uma prancha para que possa ser usada com os cabelos molhados. Logo após, é bom aplicar nas pontas um produto adequado que ajude a protegê-los e impedi-los de se quebrar. No comércio existem produtos a base de silicone próprio para este tipo de uso.

prancha para ondular e cachearSe você tem cabelos finos e frágeis, é conveniente pulverizá-los com um spray termo-protetor. Como esses produtos em spray são usados a nível profissional, é melhor pedir conselhos ao seu cabeleireiro. Uma vez pulverizados, divida seus cabelos em varias partes com a ajuda de grampos ou prendedores.

Agora é o momento em que se passa a enrolar realmente. Praticamente todas as pranchas no mercado hoje permitem que você selecione a temperatura desejada. Dependendo do tipo de cabelo que você tem, você não deve selecionar uma temperatura muito alta, mas defini-lo em 180 °C, no máximo.
Assim que o aparelho estiver quente, você tem que colocar a mecha girando o cabelo na piastra. Logo depois, você deve girar a prancha em sua direção para enrolar o cabelo, em seguida, você pode começar a empurrar a prancha para baixo muito lentamente. Para realizar esta operação não tenha pressa, senão o cacho não se forma, logo, quanto mais tempo você levar para chegar ao fim do cabelo, melhor o resultado.
Uma vez formado o primeiro cacho, é necessário pulverizá-lo imediatamente com um spray de fixação, para garantir que este não se desfaça rapidamente. O spray pode ser mais ou menos forte, com base no quanto seus cabelos são naturalmente lisos. A mesma operação é repetida para todas as mechas restantes.

Conclusão

As pranchas alisadoras de cabelo são muito úteis para se ter em casa, pois permitem que você tenha o seu cabelo arrumado sem ter que gastar muito dinheiro e sem muito esforço. Até agora eu tentei ajudá-la a entender quais são os fatores a considerar quando você compra uma prancha. Se você quiser mais informações, neste site você também vai encontrar vários artigos aprofundando sobre o mesmo assunto.
Em particular, você deve ler os comentários que tenho escrito sobre os produtos que eu incluí no meu top 5, a fim de compreender a razão pela qual eu acho que eles são os melhores. Espero que, desta forma, no final, você será capaz de escolher a chapinha ideal para você, da forma mais objetiva possível.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *